Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2012

Rio de Janeiro - II

(ou: cenas das tuas ruas)

um senhor, de aparentes 80 anos, andando na rua tomando sorvete de casquinha. um moço, entregador de farmácia, carregando uma sacola com duas fraldas, esperando pra atravessar a rua dançando e cantando enquanto ouvia música com seu fone de ouvido (e as pessoas rindo, sorrindo e virando o rosto pra acompanhar a alegria dele). o pedro cardoso de chinelo andando com a filha. duas moças no ônibus gritando pro cara do biscoito globo, ajudando três famintas a matar a fome no engarrafamento sem fim - "ôô do biscoito! aqui! quanto é? me vê dois! ah, faz 3 por 5? então 3! pronto, meninas!". as mesmas moças contando a história da vida delas. de como elas se conheceram pegando ônibus e ficaram amigas."é, a gente pegava o mesmo ônibus todo dia, sempre, aí ficamos amigas. já fui na casa dela, ela na minha, ih! tem dia que eu até posso pegar outro, mas pego esse pra gente ir conversando." pessoas falando italiano, espanhol, inglês, francês, chinês e o q…

Rio de Janeiro - I

Como se mede o tempo?

Em dias, são sete.
Em horas, 168, mais ou menos.

Em meses, 1/4.

Em vidros de requeijão, um e meio.
Em pão, três pacotes.

Em idas à praia, para sol ou não, cinco.
Encontros gostosos com a família, dois.

Se fosse medir o tempo em risadas, daria eternidade. Em conversas, das mais variadas, também.

Medindo em Colóquio, um. Em inspirações, infinito.

Em livros começados, quatro. Em vontade de fazer o mestrado, até as estrelas.

Em situações corriqueiras que só o Rio traz, umas mil.

Em cronos, desde segunda passada. Em aión, nunca estive em outro lugar...