Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2013

Free School 9 - turmas e horários

A questão das turmas é: Então as "turmas" são separadas por idade? Por vontade de aprender?

Elas são separadas por idade, sim; a diferença é que essa separação não é muito rígida. Cada turma na verdade tem duas "séries", com crianças mais ou menos na mesma faixa etária. Começa na pré-escola, com crianças de 3 e 4 anos, e vai assim até o ensino fundamental 2 (7o e 8o anos, com adolescentes de 12 a 14 anos). A única série que fica sozinha (esse ano letivo, por causa do número de alunos) é a 4a.

Vou colocar o exemplo do horário do grupo do 7o e 8o anos, para explicar melhor como funciona essa divisão:


Segunda
9h-9h30: Reunião de atividades {A escola toda participa, e é obrigatória. Nesse dia eles repassam os horários da semana, relatam atividades especiais, começam a semana}
10h-11h: Reunião da turma {O grupo de duas turmas, que têm a mesma sala base (homeroom) e um professor, se encontram para conversar também. Nessa hora, cada turma está em sua sala, com seu profes…

Free School - FAQ 2

Nossa sessão de perguntas e respostas está ganhando muitos adeptos! Não param de chegar emails, cartas e mensagens com dúvidas e comentários sobre a Free School. Tá, mentirinha. Mas chegou uma nova pergunta, e quem quiser pode perguntar mais também.

A pergunta do dia é:

"Nath, e avaliações? Como se avalia se a criança assimilou o conteúdo adequado para idade dela? (Tipo, tem idade para aprender a ler? Aprender a fazer conta?)"

Responder essa pergunta não é muito fácil; eu poderia só falar: não tem avaliação, nem prova, nem nota. Mas acho que é preciso entender o motivo disso, e como isso representa uma outra forma de encarar a educação.

As escolas alternativas e/ou democráticas, como a Free School, não partem do pressuposto de que existe uma idade certa pra aprender um conteúdo; elas partem do interesse das crianças, e acreditam que elas podem tomar as decisões sobre a própria educação. É uma mudança grande de postura, porque exige que o professor confie nos educandos, em um…