sábado, 18 de outubro de 2008

Cidadã do mundo

Imagine uma brasileira, bem brasileira, casada com um sansei, morando nos Estados Unidos, trabalhando com pessoas e crianças chinesas, coreanas, porto-riquenhas, indianas, japonesas e até algumas americanas, aprendendo tailandês e sendo muito amiga de uma turca.

O resultado disso é comer panqueca e mamão no café da manhã, ir assistir a um jogo de futebol americano na companhia de pessoas do mundo todo (com direito a hot dog, comida típica), comer uma manga, vinda do vale do São Francisco diretamente para Ithaca, e depois jantar udon - falando "aróy maak" para expressar que tava muito gostosa a comida!

Globalização é isso aí!



Eu em momento "all american" ;)

5 comentários:

Luisa disse...

É... uma sensação tipo: férias =D hehehe

Aliás, você acaba de me dar uma ótima idéia... depois de amanhã vou fazer um poste do meu lado da globalização também =D (se me permite o plágio =D) assim eu faço o meu comentário a respeito do seu por ele (roubo a idéia e ainda faço um marketing... que feio... =D)

Bjooooo

Luisa disse...

um poste não, um post =D tenho as manhas não de fazer um poste... ainda =D

Rodrigo Maués Albuquerque disse...

Excelente Nat... espero que você consiga ir pra California. Levar o Sansei...
uhuuuuuu
friends forever...

Ainda não acredito que aquela menina linda, meiga e tão timida que passava as tardes com a Ursula, em sua casa (se eu não me engano 210 sul) virou essa mulher que fala bonito, bem casada, morando na america, super animada...

Parabéns fico feliz que minha amiga de quarta serie se deu bem na vida...
beijão!

Felipe Rabello disse...

(8) Todos somos filhos de Deus
Só não falamos as mesmas linguas!!!

Juliana Seidl disse...

Sinta-se privilegiada, Nath!! Poucos são aqueles que teriam esse ótima oportunidade de viver e ver essa salada mista junta num só tempo e lugar! Aproveite!!! =)