sábado, 7 de novembro de 2009

Saudade - II

Toda vez que eu conto pra alguém que ano que vem vamos morar na Tailândia, tem sempre umas perguntas e preocupações comuns:

Eu falo a língua? Como eu vou fazer?
Aonde a gente vai morar?
Eu vou trabalhar lá? Como? Com que?
Eu gosto de comida apimentada?
Eu já fui pra lá antes?

Eu penso também sobre todas essas coisas. Não é à toa que to estudando Thai que nem uma louca, e tentando me acostumar com algum nível de pimenta maior que zero, e ao mesmo tempo garantindo que eu sei falar muito bem "sem pimenta, por favor". Também to curiosa pra saber como vai ser a vida lá, se vamos achar um apartamento legal, se vou mesmo conseguir trabalhar...

Mas eu confesso que, depois de ter passado por experiência parecida quando vim aqui pra Ithaca, minha preocupação maior e mais intensa se resume a uma pergunta só:

Será que eu vou ter mesmo coragem de morar em outro lugar e criar MAIS UMA saudade pra minha vida?

5 comentários:

Ju Soleil disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ju Soleil disse...

Thailânidaaa, Nath! Wow! Não estava sabendo dessa super novidade!!! =)
Qndo vc vai?!
Eu tb acho que mais difícil que aguentar a pimenta, vai ser aguentar a saudade... por isso, sugira logo que os seus amigos começem a vaquinha para irem te visitar. Aliás, não é todos os dias que se pode visitar uma pessoa querida num país tão lindo e diferente. Pra vc eu desejo apenas duas palavras: se joga! ;)

Camila Gly disse...

Nath!
To sempre por aqui lendo seus relatos.
Seus posts me emocionam. Você é muito delicada e sensível.
:]
Sobre a sua pergunta, muitas vezes ligamos no automático, com uma certa inconseqüência, e quando nos damos conta, percebemos que "a bola foi fondo, foi fondo e iu". Aí é bom parar e sentir o que foi realizado.
Tenho certeza do quanto, no final, você vai morrer de saudades de tudo. Mas, sejamos cafona, essa é a mais ardida e saborosa pimenta da vida, né?
Um beijo e boa sorte com tudo!

Van disse...

Será que eles te dão um título de Phd em saudade. Acho injusto isso não existir

Roses disse...

ahuehaueah
Thailândia capricho atrê!!

engraçado, eu sempre tive a sensação de que vc eh uma cidadã do mundo!
hauehaue
cara de moça destemida acho!
Lindo seu desbravar de novas emoçõesssssss!
aheuahe

bjuuuuuuuuuu querida!