quinta-feira, 22 de julho de 2010

receita

tem gente que diz que às vezes é preciso engolir o orgulho. em alguns casos, eu acho que a única saída é dissolver ele. porque, né?! o que a gente engole, ainda mais quando não quer, uma hora tem que sair. e nunca sai mais bonito de que quando entrou.

a solução, então, é dissolver mesmo o orgulho. ir amolecendo até ele perder a forma e a razão de ser. até começar a evaporar, ou se misturar, inofensivo, às outras coisas que estão por perto.

pra isso, tem que querer muito muita paz. tem que cansar de carregar pesos extras e desnecessários. tem que levar um susto grande, talvez causado pelo rancor e mágoa que o orgulho faz a gente guardar. tem que dar o braço a torcer, dar mais importância a uma bandeira branca levantada do que ao prazer de ouvir alguém dizer que a gente tava certo.

mas não acabou - nunca acaba. depois de dissolver o orgulho, precisa de muita, mas muita paciência. porque a dissolução do orgulho pode vir de brinde com muita expectativa; e, se a expectativa não é atendida, o orgulho pode muito bem endurecer de novo e voltar. e daí é que a paciência tenta segurar as pontas.

mas um dia a gente volta com a receita pra cuidar das expectativas...

Um comentário:

Van disse...

Uma sugestão:
favor colocar aqui um passo a passo para dissolver o orgulho!
:)

é bom ter vc aqui de volta! <3